Ouça Na radiosnet

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Foto: Lucas Merçon/ FFC

Cruzeiro e Chape vencem ultrapassando o tricolor 

O Fluminense perdeu por 1 a 0 para o CSA no Maracanã entrou no Z4 do Campeonato Brasileiro. O gol da partida saiu numa jogada de contra-ataque do time alagoano e foi marcado pelo argentino Jonatan Gomez. 

É a primeira vitória do CSA fora de casa nesta competição, onde o time tem o pior ataque com apenas quatro gols, incluindo o deste domingo(18). Já o Fluminense tem a pior campanha em 10 anos no Brasileirão. 

Com a vitória contra o líder Santos, o Cruzeiro saiu da zona de descenso, que agora tem o Fluminense com 12 pontos, o CSA com 11, e outras duas equipes que tiveram confronto direto: a Chapecoense que triunfou sobre o lanterna Avaí, com 6 pontos, ficando com 13 e ultrapassando o tricolor. 

Embora a torcida tenha saído revoltada com mais uma derrota e pedido a cabeça do técnico, Fernando Diniz foi para entrevista coletiva ainda exercendo o papel de comandante do Flu. Até o momento a diretoria do clube não se manisfestou.   

Mas o time precisa virar a chave e buscar o melhor futebol, porque tem jogos decisivos contra o Corinthians pela Sul-Americana nas próximas semanas. A partida com o Palmeiras foi adiada e o próximo confronto no Brasileirão será com o Avaí, dia 2 de setembro. 

Primeiro tempo morno e sem gol no Maracanã 

Fluminense teve uma baixa de última hora. O zagueiro Digão sentiu dores na panturrilha e foi substituído pelo volante Yuri, que com Fernando Diniz tem jogado mais na zaga do que na sua posição de origem. Por este motivo, o meia Ganso recebeu a braçadeira de capitão. O camisa 10 inclusive ficou com um incômodo no pé esquerdo durante boa parte do primeiro tempo. Parecia uma torção no tornozelo, mas que não deixou o atleta fora do jogo.

Nenhuma das duas equipes conseguiu superar o adversário e mostrar um bom futebol nesta etapa inicial. Yony González foi quem mais deu trabalho ao CSA. O goleiro alagoano, Jordi, facilitou a vida dos tricolores por duas vezes em que saiu mal no tiro de meta. Mas o time de guerreiros não foi feliz nas finalizações. Por outro lado Alecsandro e Maranhão chegaram com perigo para Muriel no contra-ataque. Entretanto ninguém abriu o placar. 

Jonatan Gomez marca o gol da vitória do CSA 
 
Wellington Nem substituiu João Pedro no intervalo. O Fluminense veio sufocando o CSA, mas fazendo as jogadas sempre pelo meio e encontrando a mesma dificuldade do espaço para finalização. Time alagoano continuou tentando roubar a bola e sair com velocidade, geralmente com Maranhão. Aos 11 minutos, Argel Fucks tirou Alecsandro e colocou outro atacante, Ricardo Bueno. 

O confronto ficou ainda mais nervoso nesta etapa, com o tricolor o tempo todo no ataque, mas sem chutes certeiros. A defesa alagoana funcionando mesmo no sufoco. A paciência da torcida foi se esgotando. Mais de 25 mil pessoas presentes assistiram ao gol de Jonatan Gomez abrindo o placar. 1 a 0 CSA, aos 33 minutos da etapa final. Jean Kleber ajeitou para o autor do gol, após corrida pela esquerda de Ricardo Bueno.

CSA vence a partida marcando o quarto gol no Campeonato Brasileiro e voltando a vencer após oito partidas na competição. Mesmo que a origem da jogada tenha sido uma penalidade não marcada em cima do meia Ganso, a decepção com os comandados de Diniz foi enorme e o treinador foi xingado nas arquibancadas do Maracanã. A equipe derrotada ouviu ainda o grito de "time sem vergonha" ser entoado pelos tricolores. 

Ficha Técnica
FLUMINENSE 0 X 1 CSA
Gol: Jonatan Gomez (33/2T) 

Local
: Maracanã
Data: Domingo (18)
Horário: 16h

Árbitro: Wagner Reway (PB)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Neuza Ines Back (ambos de SP)
Árbitro de vídeo: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)

Cartão Amarelo: Yuri (Fluminense); Jonatan Gomez (CSA)

FLUMINENSE Muriel; Igor Julião (Miguel), Nino, Yuri, Caio Henrique; Allan, Ganso, Daniel (Brenner); Yoni González, João Pedro (Wellington Nem), Marcos Paulo.

Técnico: Fernando Diniz

CSA
Jordi; Apodi (Jean Cleber), Alan Costa, Luciano Castán, Carlinhos; João Vítor, Dawan, Jonatan Gomez; Ricardo Bueno, Maranhão (Bustamante), Alecsandro (Ricardo Bueno).
Técnico: Argel Fucks

0 komentar:

Postar um comentário

Assine nosso canal - Youtube

#VemComNós

Os maiores campeonatos do planeta você ouve aqui!

Parceiros

Resenha Esportiva