Ouça Na radiosnet

terça-feira, 29 de outubro de 2019

Foto: divulgação pessoal
O presidente do Goiás diz ter recusado R$ 1,7 milhão para vender o jogo contra o Flamengo para Brasília. Disse que seria em respeito aos torcedores do Goiás. Parece bem legal, né?
Só que o presidente esqueceu que vai dividir o Serra Dourada com a torcida do Flamengo.

E está cobrando R$ 150 ou R$ 200 para cada torcedor do Flamengo. Como são mais de 40 mil ingressos à venda, os torcedores do Flamengo podem comprar até 20 mil ingressos. 
Sabe quanto isso renderia para o Goiás? Cerca de R$ 3 milhões! Isso se os bilhetes custassem R$ 150.

Fica claro que o Goiás não vendeu o mando de campo porque vai faturar muito mais com o jogo de torcida dividida em Goiânia, principalmente por causa da torcida do Flamengo.
E tem gente que ainda reclama quando falamos que o Flamengo é o trem pagador do futebol brasileiro.

Não vejo ninguém defender o torcedor do Flamengo quando os outros cobram valores absurdos por ingressos. O Fortaleza fez o mesmo. Se o Flamengo cobra R$ 150 por jogo no Maracanã, o Procon já estaria batendo na porta da Gávea! Mas os outros podem meter a mão no bolso do torcedor rubro negro e tá tudo certo.

Já bateram demais no Flamengo, por causa de preço de ingresso e agora os outros clubes estão explorando a torcida do Flamengo e tá todo mundo achando lindo… E assim, vamos levando... Os torcedores sendo "explorados" por outros clubes que olham o jogo do Flamengo como uma chance de engordar o cofre.

Se ninguém questionar, essa exploração vai continuar acontecendo pelos mesmos dirigentes que reclamam da cota de TV.

O discurso do presidente do Goiás é jogar pra galera. Na verdade, ele arrumou um jeito de explorar os rubro negros e jogar no Serra Dourada. A minha reclamação é que ninguém fala do absurdo que é cobrar até R$ 200 pro torcedor visitante.

0 komentar:

Postar um comentário

Assine nosso canal - Youtube

#VemComNós

Os maiores campeonatos do planeta você ouve aqui!

Parceiros

Resenha Esportiva