Ouça Na radiosnet

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

O início de jogo foi de dois times não abrem mão de parte de seus estilos.
Foto: Alexandre Vidal/CRF

Flamengo marcava lá na frente mesmo com a entrada de Diego no lugar da Gabigol. Del Valle tentava sair com a bola no pé, esticando algumas bolas para aproveitar a subida do time carioca.

Gol de falta de Murillo em falha de Diego Alves que não entendeu a velocidade do chute que não foi tão no ângulo assim. Falta saiu em jogada de velocidade do Del Valle que esteve bem em explorar as subidas da linha do Flamengo. O time  equatoriano estava melhor no jogo. Del Valle 1 x 0 Fla;

Na primeira vez que o Flamengo encaixou velocidade com Bruno Henrique fez o gol após passe de Arrascaeta. Da imagem disponível, ele está com o pé no campo de defesa, mas o corpo é impossível saber deste ângulo. VAR muito demorado anulou o gol.

A escalação de Diego parecia uma tentativa de Jesus de ter mais posse de bola para segurar o ritmo da partida na altitude. Bom, não estava rolando. Pelos números da Conmebol, Del Valle estava com 65% da posse, um número incomum em jogos do Flamengo mesmo como visitante.

Foi melhor o Del Valle no 1o tempo com jogada muito efetiva de sair com posse de bola e esticar no meio das linhas do Flamengo em velocidade. Escalação de Jesus com Diego não funcionou, time não teve posse e perdeu presença no ataque. Só teve mais a bola no finzinho.

CONCLUSÃO

Imagem mostrada do gol de Bruno Henrique com linha projetada em 3D pela Conmebol, na minha visão, mantém a dúvida. Desse ângulo diagonal não deu para ter certeza de nada. Espero que a Conmebol tenha uma câmera lateral.

SEGUNDO TEMPO

Ao colocar Vitinho, Jesus deixa claro que ainda confia mais nos jogadores que já treinou mais para executar os movimentos do Flamengo. Ele entrou para jogar mais pela esquerda com Bruno Henrique centralizado. Embora Jesus o veja como meia, Vitinho é mais incisivo do que Diego.

Flamengo melhorou com a entrada de Vitinho. Passou a ser mais incisivo principalmente pela esquerda e ironicamente a ter mais posse de bola também. No momento em que dominava mais as ações do jogo.

Flamengo empatou a partida quando tomava um vareio de movimentação do Del Valle que por pouco não aumentou. Atropelou o defensor na velocidade e foi frio pra fazer o gol. Del Valle 1 x 1 Fla;

Salvo se recusou várias propostas, não dá para entender como o técnico Miguel Angél Ramirez não acabou em grande brasileiro ou argentino. Seu time não só é muito bem treinado para jogar como ele tira o melhor de cada jogador pela forma como os escala.

Jogo estava complicado e o Flamengo chegou a virada no final. Everton Ribeiro, que parecia cansado, deu um drible na ponta e serviu para Pedro completar. O banco forte fez a diferença para o time carioca, Vitinho entrou bem, e Pedro vira. Del Valle 1 x 2 Fla;

Digo que os árbitros da sala do Var viram o lance, não o de campo. Pênalti muito mal marcado para o Del Valle. Rafinha tirou o corpo, o jogador do time equatoriano caiu e o juíz marcou. Viu o Var e confirmou de forma bizarra. Pellerano empatou na cobrança. Del Valle 2 X 2 Fla;

FIM DE JOGO

Um outro erro grave do árbitro foi não dar nem cartão para o goleiro Pinos na entrada que tirou Bruno Henrique do jogo.

Del Valle jogou melhor do que o Flamengo por mais tempo: criou mais, teve mais a bola. Time carioca reagiu, equilibrou no 2o tempo e virou por ter jogadores melhores. Aí o juiz Leodan Gonzalez indeferiu no placar ao apitar pênalti inexistente para o Del Valle.

Vitinho melhorou muito o Flamengo. Ganhou boa parte dos duelos, participou de gol, ajudou na defesa. Aí ouvimos: "Enfim, jogou bem". Vitinho joga bem a maioria dos jogos. Agora para enxergar isso tem que se analisar todos os aspectos do jogo, não se prender a clichê de arquibancada.

0 komentar:

Postar um comentário

Assine nosso canal - Youtube

#VemComNós

Os maiores campeonatos do planeta você ouve aqui!

Parceiros

Resenha Esportiva