Ouça Na radiosnet

terça-feira, 5 de maio de 2020

E o futebol que está no DNA da Rádio Gama Esportiva não pára. Em mais uma narração emocionante de Christian Gama, o locutor que alegra a massa e ao seu lado o brilhante jornalista Roberto Silva, vamos acompanhar a decisão do campeonato carioca de 1991, com direito a um show particular de certo um "vovô garoto". É hoje, às 19 horas.
Foto: jornal O Globo

O Flamengo vinha de um jejum de cinco anos sem conquista regional até aquela decisão com o Fluminense. O último título havia sido em 1986 contra o Vasco da Gama. 

O Flamengo tinha de volta o Maestro Junior e no comando o técnico Carlinhos. Esse time campeão do Carioca de 1991, inclusive, era a base que conquistou o penta do brasileiro no ano seguinte. 

No primeiro jogo da decisão, um empate em 1 x 1. Gols de Paulo Nunes pelo Flamengo e Ézio pelo Fluminense. Ao Flamengo restava somente vencer o Fluminense. Ao tricolor das Laranjeiras cabia a missão de não deixa o Flamengo vencer para levar a decisão para o terceiro jogo. 

Jogando com o regulamento debaixo do braço, o Flamengo começou mais comedido o jogo. A equipe Rubro-Negra tinha maior posse de bola e tocava a pelota sem oferecer perigo à meta tricolor. Quem ofereceu mais perigo de marcar foi o Fluminense numa bomba de Ézio de fora da área. O Flamengo sempre era parado com faltas e numa delas, Junior coloca a bola na cabeça de Gaúcho que ofereceu perigo ao goleiro Ricardo Pinto. 

O Flamengo voltou a atacar novamente e quase marca com Nélio após bela jogada de Paulo Nunes. A torcida do Flamengo estava inflamada e empurrava o time que passou a dominar o jogo sempre levando perigo pelo lado direito da defesa tricolor.

O Fluminense equilibrou as ações da partida tanto que aos 37 minutos, em ataque pelo meio, Ézio marca após pegar o próprio rebote. Um golaço. O Flamengo sentiu um pouco o golpe. A equipe errava passes bobos e não conseguia mais oferecer perigo ao Fluminense. Assim foi até o fim do primeiro tempo. 

Ouça aqui na íntegra o Futretrô

No segundo tempo, o Flamengo voltou melhor. Junior comandava o meio com toques de qualidade, Nélio e Paulo Nunes ofereciam perigo pelos lados do ataque. Aos 12 minutos, o Flamengo sai em belo toque de bola e Piá cruza para área e Uidemar empata em bela cabeçada. A partir daí, o Flamengo passou a pressionar para fazer o segundo gol. Junior que estava melhor naquele momento do que no primeiro tempo, desfilava sua habilidade pelo gramado e só era parado com falta e numa delas entortou Carlinhos Itaberá que foi expulso após uma entrada dura no Maestro. 

O Flamengo tanto pressionou pelo lado direito do Fluminense que o gol nasceu por ali. Mais uma vez Piá cruza e dessa vez o artilheiro Gaúcho cabeceia para virar a partida e fazer 2 x 1. Em seguida, Pires foi expulso depois de uma jogada violenta. Deixando o Fluminense com nove em campo. Com o tricolor mais combalido que galinha tonta, Paulo Nunes lança Nélio que rola para a finalização perfeita de Zinho do meio da rua. Quando a sua torcida já deixava o estádio, em cruzamento na área do Flamengo, Junior Baiano falha e Ézio diminui. Flamengo 3 x 2 Fluminense. 

Aos 38 minutos para a festa ficar completa. Junior tabela com Zinho que deixa o próprio Junior na cara do de Ricardo Pinto e o Vovô Garoto não perdoa e faz o quarto do Flamengo para o carnaval completo da torcida. Aquela altura, só a torcida do Flamengo ocupava as arquibancadas do Maracanã. No fim do jogo, invasão da torcida, muita festa e os pedidos para Junior estender mais um pouco a sua carreira. E Junior permaneceu e todos sabem o fim dessa história! 

Flamengo Campeão Carioca 1991

Reveja os gols de Fla 4 x 2 Flu


Fonte: site serflamengo

0 komentar:

Postar um comentário

Assine nosso canal - Youtube

#VemComNós

Os maiores campeonatos do planeta você ouve aqui!

Parceiros

Resenha Esportiva