Ouça Na radiosnet

quinta-feira, 20 de agosto de 2020

Foto: divulgação da CBF

CBF divulgou o calendário de 2021: não reduziu Estaduais, não tem pré-temporada, as seleções irão desfalcar times praticamente na metade do campeonato brasileiro da Série A (total de 18 jogos, entre Copa América e eliminatórias).

São nove datas afetadas pela Copa América e outras nove datas afetadas pelas eliminatórias da Copa, fora semifinal da Copa do Brasil. CBF não abriu mão de nada nem para suas aliadas federações, nem sobre jogos da seleção. Jogou toda a conta da adaptação para os clubes.

Campeonatos Estaduais de 2021, vão começar no dia 28 de fevereiro, quatro dias após o fim da temporada de 2020. Eu tinha certeza que a CBF, ia sacar a carta da paralisação para considerar como férias. Férias, agora, só em dezembro de 2021.

Nenhuma redução dos Estaduais, apesar das circunstâncias, 18 meses seguidos sem férias, quase metade da Série A e semifinais da Copa do Brasil coincidindo com data Fifa.

E para quem acreditou que a pandemia seria chance de ajeitar o calendário do futebol brasileiro, a CBF manda um recado de que nada muda, que só vai privilegiar seus interesses políticos e econômicos, que pouco se importa com os clubes ou com o desenvolvimento do esporte.

Os clubes não foram consultados antes da canetada! Ou seja, infelizmente estamos nas mãos sujas da CBF. Não há empatia, não há preocupação com os.clubes.

O calendário é exclusiva responsabilidade da CBF sem consulta a clubes. A CBF tem uma alegação de que há contratos em vigor dos Estaduais. Mas a caneta é dela, sem necessidade de conselho.

0 komentar:

Postar um comentário

Assine nosso canal - Youtube

#VemComNós

Os maiores campeonatos do planeta você ouve aqui!

Parceiros

Resenha Esportiva