Ouça Na radiosnet

quinta-feira, 20 de agosto de 2020

Autuori foi muito bem no duelo com Sampaoli.
Foto: rádio Itatiaia

O Botafogo jogava com a intensidade lá no alto, se sustentava e reagia com muita velocidade quando estava com a bola. Explorava as costas da defesa do Galo e fez um jogo muito correto. A vitória teria que vir para dar moral para o Glorioso.

Botafogo 1 x 0 Atlético-MG

O atacante Luiz Fernando, aos 26min/1T.

Erraram feio no lance que seria o segundo gol do Botafogo. Se teve toque de mão, primeiro foi do jogador do Atlético-MG. Além de tirar o gol, nem a falta o juizão marcou. O problema não é o VAR. Nunca será. É quem usa o recurso.

Agora valeu e o glorioso escaldou o Galo.

Botafogo 2 x 0 Atlético-MG

Bolão do Bruno Nazário, assistência de Matheus Babi e gol do Caio Alexandre.

Futebol é isso. Estratégia de Autuori foi muito arriscada, mas funcionou. Por isso, que na análise mais "rasa", os treinadores vão de burros a gênios em minutos. Botafogo foi muito eficiente no que se propôs. Já o Galo, foi extremamente ineficiente por tudo que criou.

Mas teve a "lei do ex"

Botafogo 2 x 1 Atlético-MG

Igor Rabello recebeu do Jair e marcou contra o ex-clube. Encerrado o jogo!

É seleção!

E o Gatito? Às vezes a frieza do goleiro do Botafogo, faz as coisas parecerem fáceis. O goleiro foi um dos destaques da vitória do Botafogo sobre o ex-líder Atlético-MG.

É aquela velha máxima. Nem sempre o melhor time ganha e, mais do que isso, nem sempre quem joga melhor ganha. O Atlético dominou o jogo do início ao fim, e o Botafogo foi perfeito nos contra-ataques. Keno errou quase tudo, e Hyoran perdeu ótimas chances. Custaram caro.

E sobre as 28 finalizações do Galo no jogo? (recorde do campeonato até aqui), oito delas no gol e um gol marcado. Atlético errou demais no último terço do campo, faltou pontaria e efetividade. Já o Botafogo mais uma vez, deu a bola e se limitou a sair nos contra-ataques sendo cirúrgico nas chances criadas.

Enfim, o campeonato brasileiro hoje não tem dono, nem time pronto. Galo pressiona, cria muito, tem um esboço da cara do Sampaoli, mas ainda comete muitas falhas na pressão da retomada da bola. Três jogos anteriores já indicavam que ainda falta consistência, o que é normal neste estágio.

CRAQUE DO JOGO!

Não teve gol do Babigol, mas o que o garoto jogou foi brincadeira. Iniciou a jogada do primeiro gol e deu assistência para o segundo. Pedro Raul que lute!

Com vocês, Caio Alexandre, o cara que fechou o caixão do Galo:

"Deus é bom demais!! Muito feliz pela vitória da equipe e por ter feito esse gol muito importante... Seguimos em busca dos nossos objetivo…" reprodução do seu Twitter.

Paulo Autuori deu um nó tático em Sampaoli:

"O jogo contra o Atlético-MG nos trouxe pequenas vitórias. Acabamos o jogo com cinco jogadores formados na base contra uma equipe que investiu 110 milhões. Depois, fazer com que todos os jogadores desse grupo se sintam úteis e participativos."

0 komentar:

Postar um comentário

Assine nosso canal - Youtube

#VemComNós

Os maiores campeonatos do planeta você ouve aqui!

Parceiros

Resenha Esportiva