Ouça Na radiosnet

terça-feira, 22 de setembro de 2020

Depois de muita especulação, o jogo entre Barcelona de Guayaquil e Flamengo foi mantido para a noite desta terça-feira, 22. As autoridades equatorianas permitiram que a partida fosse realizada mesmo com os inúmeros casos de Covid-19 no elenco rubro-negro.


O impasse permaneceu por um longo período após autoridades médicas do Equador terem confirmado a interdição do estádio Monumental. Porém, a situação não durou muito tempo e Cynthia Viteri, prefeita de Guayaquil, logo tratou de negar o entrave.


Com todos estes cenários, a Conmebol confirmou a realização do duelo após a autorização do país sul-americano. Com a confirmação, Barcelona de Guayaquil e Flamengo se enfrentaram no estádio Monumental.


Barcelona-EQU 0 x 1 Flamengo


Flamengo timja espaço para sair jogando porque Barcelona não marcava pressão com eficiência do Del Valle. Gérson avançou até com certa liberdade e deu bela assistência para a conclusão de Pedro.


Barcelona-EQU 0 X 2 Flamengo


Imposição total do Flamengo no jogo. Controlava a bola, o ritmo e não foi ameaçado. Meias jogavam muito bem com Éverton servindo para Arrascaeta fazer o gol na posição de centroavante enquanto Pedro tinha saído da área para iniciar jogada.


Um fato que chama atenção: a diferença do Del Valle para o Barcelona na tabela do equatoriano é de dois pontos, um em 2o e outro em 4o. Pelos jogos que vi dos dois este ano, a diferença parece bem maior em campo.


Maior preocupação para Flamengo era manter a intensidade. Time deu uma caída no final do tempo e voltou a dar espaços na defesa.  Permitiu ao Barcelona ter bola no ataque e concluir com perigo. Lembrando que não tinha boas opções no banco.


Rapidinho - O Flamengo tem seus méritos. Pedro está jogando muito. Mas esse time do Barcelona é tenebroso. Olha o segundo gol, não existe nem linha defensiva. Não existe cobertura... Cada um faz o que quer. É uma das coisas mais malucas que já vi em futebol profissional.


Barcelona-EQU 1 X 2 Flamengo


Sem ser pressionado, Arroyo fez um lançamento lá da outra ponta, e depois do pivô Colman, Martínez fez o gol. Flamengo voltou a exibir os problemas sérios em sua marcação, não só atrás como na pressão no meio.


Arrascaeta ia fazendo até aqui uma partida excelente. Aproveitava com inteligência o espaço dado pelo Barcelona entre suas linhas e criava bastante dali. Ainda aparecia na área como centroavante.


Linha de defesa do Flamengo tinha hoje vários problemas coletivos, mas há uma questão individual de Léo Pereira. A quantidade de espaço que ele dava no seu setor não condiz com um zagueiro de primeira linha.


Flamengo estava cansado, sem opções de substituições e com seu sistema defensivo bagunçado. Mas, ainda assim, insistia em marcar pressão lá na frente e dava latifúndios para o Barcelona nas costas. Foi assim que tomou um sacode do Del Valle.


Flamengo ganhando de 2 x 1 e dando contra-ataque nos acréscimos porque Lincoln forçou uma jogada individual. Tem que ter mais inteligência para entender determinadas circunstâncias do jogo.


Diante das circunstâncias, com sete infectados e após uma goleada, é uma vitória marcante para o Flamengo na Libertadores. Não foi brilhante, houve erros coletivos, mas fez o necessário para superar suas limitações para encaminhar a vaga nas oitavas.


Fim de jogo


Barcelona-EQU 1x2 Flamengo.


Flamengo bate o Barcelona-EQU, e consegue uma vitória histórica na Libertadores, após todas as dificuldades enfrentadas pelo Rubro-Negro, que teve 11 desfalques.


Foto: divulgação do Flamengo

0 komentar:

Postar um comentário

Assine nosso canal - Youtube

#VemComNós

Os maiores campeonatos do planeta você ouve aqui!

Parceiros

Resenha Esportiva