Ouça Na radiosnet

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

O Grêmio acerta os últimos detalhes com o Vasco para fechar o empréstimo do meia Patrick. O jovem de 21 anos ficará cedido com a possibilidade de ser contratado em definitivo pelo clube carioca.

Foto: divulgação do Grêmio

O meio-campista tem chamado atenção de clubes europeus, em abril deste ano, o Benfica também esteva interessado na sua contratação; mas  Romildo Bolzan tomou a frente do negócio e definiu que não era o momento de vender o jogador.


A diretoria do clube gaúcho continuou recebendo sondagens de times europeus dispostos a contratar o jovem jogador. O próprio atleta confirmou durante uma live com o jornalista Cesar Fabris a informação sobre a proposta do Benfica, mas disse que o negócio não avançou por conta do desejo dos dirigentes em conseguir mantê-lo por mais tempo em Porto Alegre.


Na época, a joia estava feliz no Grêmio e acreditava que poderia amadurecer ainda mais o seu futebol jogando mais uma temporada no Brasil. Pelo menos enquanto estivesse no Grêmio. Contudo, o Benfica continuou de olho mas as tratativas paralisaram e a transação foi descartada. 


Recentemente, o meia novamente foi alvo de algumas consultas em relação a seu futuro. O Mouscron, da Bélgica, que é gerenciado por um grupo dono do Lille, da França, e do Boavista, de Portugal, chegou a fazer uma investida, mas novamente não houve acerto.


O jovem tem contrato até dezembro de 2022 e, até por isso, o Grêmio não tem pressa para vendê-lo. Com o contrato relativamente longo, o jogador poderia atuar por até dois anos e ser vendido após conquistar títulos importantes pelo time. 


Fiz uma rápida pesquisada sobre o Patrick e os torcedores do Grêmio falam muito mal dele. Confesso que não conheço o jogador mas foge totalmente do perfil que o Vasco precisa, que é jogador que chegue para jogar, que não deixe dúvida. Pra trazer promessa de outro clube, é melhor usar a base.


A contratação do Patrick, do Grêmio, por empréstimo será um rebaixamento moral do Vasco da Gama. Um clube que tendo uma base forte opta por trazer um atleta novo para aprimorá-lo e servir de vitrine para outro clube do G12, assim, o Vasco da Gama, assina o recibo de ter virado um Vitesse e Girona do Brasil.


O Grêmio está fazendo com o Vasco da Gama, o que faz o Chelsea com o Vitesse. O que faz o City com o Girona. O que não serve para eles, emprestam até ter nível para jogar em suas equipes. O Vasco fez isso emprestando o Dudu para o Figueirense. O Grêmio fez isso com o Vasco. É a realidade!


O Vasco da Gama, tem Caio Lopes, Laranjeiras, tem Weverton se quiser ousar sobe até o Arthur Sales, mas não, melhor mesmo é contratar jogador sub-21 do Grêmio e deixar os nossos jogadores mofando no Sub-20, em jogo 10h da manhã.? E não pode reclamar do Departamento de Futebol?


No Vasco a desmotivação começa desde a base. Quem fica é guerreiro mesmo, porque fazem tudo errado. Aí os empresários dos garotos do sub-20 do Vasco fazem jogo duro, jogadores ficam revoltados e não querem renovar (porque não jogam e são substituídos por desconhecidos), e pagam de vilões... 

0 komentar:

Postar um comentário

Assine nosso canal - Youtube

#VemComNós

Os maiores campeonatos do planeta você ouve aqui!

Parceiros

Resenha Esportiva